segunda-feira, setembro 18, 2006

Antecipando o Outono


Em antecipação
já sou tronco, ramo e folha envelhecida.

Como paradoxo,
quando estou prestes a caír -
- mais uma folha caduca,
a juntar-se ao quase infindável universo de folhas
do tapete amarelo e vermelho,
cobertura de veredas e caminhos
de todos os parques e jardins -
- sinto que o auge da beleza foi por mim alcançado.

Quem disse que o fim é, obrigatoriamente, feio e triste?

14 comentários:

canela_e_jasmim disse...

Olá amiga,
curiosamente, ontem deixei um poema meu com identica temática, lá no chá de rosas.
beijinhos

ikivuku disse...

Quem disse que o fim é, obrigatoriamente, o fim?

MySelf disse...

Ninguém pode dizer... quem sabe se depois do fim se começa algo maravilhoso?...
Beijinho

greentea disse...

valha-nos o bendito verao de mar e praia

folhas secas caidas pelo caminho ...ja sobram

Rosmaninho disse...

Ah ... o Outono, o Outono.
Que tempo lindo, nunca desesperado!

Viajante disse...

qual fim? de quê? .. risos...

das folhas? só em algumas árvores... que há outras chamadas perenes

beijo.

Boo disse...

Obrigada pela visita!! Grande foto esta também!! :)

Não fui eu que deixei "link's anónimos", eu assino sempre!! :)

João Villalobos disse...

Não sei quem disse mas eu é que não fui :)
Quanto ao auge, lá que a qualidade vai subindo, lá isso vai.
Bj

maria disse...

Canela e Jasmim,
Já visitei o teu blogue. O teu poema sobre o Outono é lindo. Deixei comentário.

Ikivuku e Myself,
Eu não sei nada do "Fim". Alguém sabe? Apenas constato o fim de um ciclo na natureza, que se renova, ano após ano. Analogias são sempre possíveis... :)

Beijos.

maria disse...

Greentea,
Partilho do teu entusiasmo pelo Verão: o sol, o mar,a agitação dos dias luminosos e os fins de tarde preguiçosos e cálidos. Mas isso não faz com que goste menos do Outono e dos tons coloridos com que veste o que me rodeia. Apaixonada que sou, pela vida e pela natureza, encontro motivos de deslumbre em cada uma das estações, e em cada um dos anos que passa. Honestamente, não sei qual seria a minha preferida, se tivesse que eleger uma estação do ano.

Um beijo.

maria disse...

Amigo Rosmaninho,

O Outono é lindo, sim. E desespero não rima com sublime.

Beijos ternos.

maria disse...

Querida Viajante,

Adoro esse teu lado "brincalhão", que tão bem convive com os outros, os que tu nos vais dando a conhecer através dos teus muitos espelhos e labirintos.

Beijo grande.

maria disse...

Olá Boo,

Calculei que não fosses tu o "anónimo". Era, sem dúvida, um admirador teu, a quem estou grata pelo facto de me ter levado até ao teu espaço. Deixei comentário no "Caminhando pela Terra" e tenciono, a partir de agora, caminhar contigo.

Um beijo.

maria disse...

João, meu amigo,

Gosto de saber que estamos de acordo quanto ao facto de o apogeu se encontrar na maturidade (já em queda para o declínio que, inevitavelmente, levará ao fim).

É evidente que tu nunca dirias uma barbaridade daquelas ;);)

Beijos.