domingo, abril 13, 2008

Berlenga - Reserva da Biosfera

Transcrição de uma Nota de Imprensa divulgada pela Câmara Municipal de Peniche:


Peniche prepara candidatura da Berlenga a Reserva da Biosfera (UNESCO)

O Município de Peniche pretende que o Arquipélago da Reserva Natural das Berlengas seja classificado como Reserva da Biosfera no âmbito do programa “Man and Biosphere - MAB” promovido pela UNESCO. O primeiro passo será dado no próximo dia 14 de Abril de 2008, com a assinatura do protocolo de colaboração entre as entidades responsáveis pela elaboração do dossier de candidatura, nomeadamente Câmara Municipal de Peniche, o Instituto do Ambiente e Desenvolvimento (IDAD – Universidade de Aveiro), o Instituto Conservação da Natureza e Biodiversidade e o Instituto Politécnico de Leiria – Escola Superior Tecnologia do Mar (Peniche). Até ao final do ano de 2008 será elaborado o respectivo dossier de candidatura, esperando-se que a Berlenga seja classificada como Reserva da Biosfera em Abril de 2009. De modo a fomentar o Desenvolvimento Sustentável, a promover e demonstrar o equilíbrio entre as relações do Homem com a Biosfera no Arquipélago da Reserva Natural das Berlengas, o Município de Peniche irá apresentar em 2009 à UNESCO uma candidatura do Arquipélago das Berlengas ao galardão Reserva da Biosfera. Para a elaboração do dossier de candidatura, o Município de Peniche convidou um conjunto de entidades para elaborar a mesma - Instituto da Conservação da Natureza e Biodiversidade (ICNB), Instituto do Ambiente e Desenvolvimento (IDAD – Universidade de Aveiro) e a Escola Superior de Tecnologia do Mar (ESTM) – Instituto Politécnico de Leiria. A assinatura do protocolo de colaboração decorrerá no próximo dia 14 de Abril, 15 horas, no Salão Nobre da Câmara Municipal de Peniche. Nesta cerimónia estarão presentes os mais altos representantes das instituições que integrarão esta parceria.


7 comentários:

Isabel José António disse...

Querida Amiga Maria,

Que boa informação a ques está contida neste seu post.

Há tanta maravilha portuguesa (e por esse mundo fora) que deveria ser mais atentamente estudada e preservada.

Oxalá resulte com pleno êxito esta iniciativa.

Há muitos anos acordei com o "grasnar" das gaivotas, o barulho da ondas do mar, em plena Berlenga grande.

Por vezes vamos até aí para ver o mar, gostavamos muito de a encontrar.

Que diz?

Um grande abraço

José António

Perdido disse...

Espero que já esteja assinado. EU APOIO. Venha lá o galardão.

bettips disse...

Tinha perdido as Berlengas há tanto tempo...
Encontrei-as pela mão da Maria, conheci-as melhor por ela. Até um postal dos anos 50 arranjou! E as marias-berlengas me recordam o imaginário, onde o meu pai me dizia "das grutas azúis" e das ondas esmeralda, dos coelhos e gaivotas... Incondicionalmente, o país desdobrado.
B

Maria disse...

Espero que esse acordo, traduzido, não limite o número de pessoas que podem estar na ilha, por dia, no Verão......

Beijo, Maria

M. disse...

Todos juntos na salvaguarda e na divulgação de um lugar: um gesto que vale a pena.

Piratas e Espadachins disse...

Cara Amiga,

Regressámos! E estamos no Baleal...

Venha logo visitar-nos
Que nunca faremos mal
A quem venha procurar-nos
Nas traseiras do quintal...

Os Piratas

Mel de Carvalho disse...

Querida Maria,

mil perdões pela ausência. Razões mil e outras tantas me têm mantido fora dos blogs. Visito um ou outro por semana, um de vez em quando. Lembro sempre saudosa os espaços que aprecio e sempre penso em voltar breve...
Voltei hoje. E agradeço reconhecida a divulgação desta notícia. Muito me une à Berlenga (vejo-a do meu terraço, na Papoa/Peniche). Mais do que isso, é lá que encontro a paz que não existe em nenhuma outra parte do mundo (daquele que conheço ...). Antes do verão e da balbúrdia, lá existe o paraíso ... ou quase.

Esperemos que este desejo seja uma realidade.

Um beijo enorme da Mel

PS: deixo o link do meu blog de prosa. Se um dia destes tiver insónias, ai tem ... será sempre muito bem vinda.