terça-feira, agosto 26, 2008

Poemas sem Fronteiras


Foi um sucesso o almoço de convívio para lançamento do livro e entrega de prémios do "Poemas sem Fronteiras", resultante do Concurso de Poesia 2008 do "Ora Vejamos..." organizado e liderado, a exemplo do Concurso de Contos de 2007, "Um Mar de Contos", pelo Henrique Sousa, em Leiria.
Para visitar este site, meus amigos, e ficarem a conhecer mais detalhes, sobretudo os poemas distinguidos com os Três Primeiros Prémios e as Menções Honrosas, visitem o endereço:http://horabsurda.org/moodle/course/view.php?id=30

Caso queiram ler o meu comentário à referida festa e ver a modesta reportagem fotográfica que fiz do evento, podem fazê-lo no meu site, aqui:
http://mariacarvalhosa.multiply.com/photos/album/31/Poemas_Sem_Fronteiras_-_Leiria_-_230808

Para conhecer a obra (que, asseguro-vos, vale a pena) e dado que não está disponível nos circuitos comerciais habituais, podem adquirir o livro directamente pela net no endereço que passo a indicar:
http://www.lulu.com/content/3113719
Votos de boas leituras e muita poesia nas vossas vidas

1º Prémio do Concurso: Poema "Meia-noite na Alma", de Alberto Pereira, dito por Zélia Santos:
http://www.youtube.com/watch?v=eTjsMJ2PueA


16 comentários:

Alberto Pereira disse...

Olá, tive um prazer imenso em estar no almoço do dia 23.
Tudo decorreu dentro de uma serenidade que muito me agradou.
Gostei de a conhecer, a si e à sua família.
Espero que este tenha sido um de muito encontros poéticos e também de amizade.
Obrigado por divulgar a minha poesia.

Bjs

Alberto Pereira

Maria disse...

Minha querida Maria

Já ontem passei pela Margusta, e falei de ti e da tua mãe. Sei que foi um dia de poesia, e vi algumas fotos. Irei ao multiply mais logo.

Beijos, também para a tua mãe

maria carvalhosa disse...

Querido amigo Alberto,

É um prazer divulgar a tua poesia. Fá-lo-ei sempre que me apetecer e... acho que não te vais zangar com esse facto.
Beijos e até breve.

maria carvalhosa disse...

Maria, amiga muito querida,

Tenho tantas saudades! Felizmente, tu nunca deixas que nos percamos... �s um amor! Vou visitar-te em breve e p�r a leitura dos teus escritos em dia.
At� breve. Beijos meus (muitos) e tamb�m da minha m�e, que fica toda "derretida" porque nunca te esqueces dela!!! :)

Menina_marota disse...

Olá, Maria Carvalhosa.

Não posso deixar de aqui vir deixar-te um abraço e dar-te os parabéns pela tua poesia, que gostei muito.

Motivos familiares e particulares afastaram-me do júri, mas não me afastaram de vós e em espírito estive presente congratulando-me com a vossa alegria.

Apoiar a Poesia que tanto amo, partilhando-a com os demais, foi sempre uma aspiração que, aos poucos, conforme a oportunidade de o fazer, vou dando a conhecer.

Um problema com o meu IncrediMail eliminou o meu livro de endereços, que aos poucos vou refazendo, por isso, sem endereço para te escrever, aqui estou a abraçar-te pelo teu momento.

Espero que outros venham...

Um abraço carinhoso

dona tela disse...

Tive o meu primeiro SELO!

Beijinhos.

Silent Raven disse...

Olá, Maria... Li os teus poemas no livro, do qual tenho a honra de também fazer parte, e decidi fazer-te uma visita para te dizer que gostei muito. Continua a "dar voz à poesia" através do que escreves e da forma como divulgas outros autores.

Abraço...
Carla Ribeiro

tulipa disse...

Olá Maria,

tive muito gosto em estar no almoço do dia 23.
Mesmo chegando atrasada, tive a sorte de ficar sentada, em frente à sua Mãe, a adorável Noémia.
Gostei imenso de vos conhecer, a si, sua Mãe e à tão querida Maria Teodora.

Tudo decorreu dentro de um ambiente calmo, foi fantástico.

Espero que nos voltemos a encontrar em breve.

Beijinhos da Tulipa

tulipa disse...

Maria, estive agora mesmo no Multiply e escrevi um comentário, só que não o consegui enviar, tive dificuldade em me registar, daí que trouxe o comentário para aqui:

Foi um sucesso mesmo.
Uma agradável tarde de convívio.
Foi a 1ª vez que participei em algum concurso de poesia, mas em boa hora o fiz.
Tenho que agradecer aos meus 2 padrinhos, a Margusta e o Augusto Dias, foram eles que me avisaram que ia acontecer o Concurso do Ora Vejamos... da autoria e organização suprema de Henrique de Sousa.
Um «Senhor» incansável e sempre bem disposto.
Maria, muito obrigado pela partilha das fotos.
Beijos a si, sua Mãe e Maria Teodora.
Ester Afonso

margusta disse...

Olá querida Maria!
Tenho andado ausente com o marido de férias e só hoje me foi possível voltar à net.

ADOREI este encontro e ADOREI conhecer-vos!!!

As fotos que tiras-te estão todas LINDAS!!!... Como já te disse tomei a liberdade de levar 4 delas para o meu slideshow :)

Não sei se consigo comentar no teu putro espaço, no entanto vou passar por lá mais uma vez...

Beijinhos para ti tua mãe e tia.

Margusta

maria carvalhosa disse...

Olá Alberto,
Finalmente consegui enviar-te o convite para o multiply.
Como sabes, também eu gostei muito do convívio em torno do livro "Poemas sem Fronteiras", proporcionado pelos nossos amigos organizadores,júri,patrocinadores, co-autores e acompanhantes.
Tens uma família adorável.
Parabéns, uma vez mais, pelo merecido 1º prémio, atribuído ao teu poema "Meia-noite na Alma".
Beijos.

maria carvalhosa disse...

Querida Otília, minha amiga,

Muito obrigada por tudo.
Penso que nunca te agradeceremos o suficiente pelo facto de teres sido, nos dois anos da sua existência, a principal patrocinadora destes eventos, além de uma divulgadora incansável da escrita daqueles a quem reconheces o mérito de serem lidos, nem que seja através dos teus blogues.
Não preciso de te dizer, mas tenho mesmo que repetir o que outros já disseram: a tua ausência foi largamente sentida no nosso encontro do dia 23 de Agosto em Leiria. "Outras ocasiões sugirão", dirás tu. E tens razão, amiga. Vamos fazer por isso.
Um beijo com muito carinho.

maria carvalhosa disse...

Olá Carla Ribeiro,

Muito obrigada pelo teu simpático comentário neste espaço. Também eu li os teus poemas, de que muito gostei, e aproveito para te congratular pelas merecidas menções honrosas atribuídas pelo júri do "Poemas sem Fronteiras".
Pena foi não teres podido estar no nosso encontro!
Encontrar-nos-emos por aí, certamente... nem que seja lendo o que cada uma de nós vai escrevendo.
Até breve, nova amiga "Silent Raven". A propósito, vou adicionar-te para não te "perder de vista".
Um beijo.

maria carvalhosa disse...

Querida Ester Afonso,

Também eu gostei muito de ter estado contigo no já amplamente referido encontro de Poesia.
Muito obrigada pelos teus simpáticos comentários e, podes crer que não é por mera retribuição, gostei mesmo dos teus escritos. Vou adicionar-te, desde já, querida Tulipa, e estou segura de que nos encontraremos em breve... visitar-nos-emos e comentar-nos-emos reciprocamente, pelo menos! É o mínimo que poderemos fazer, tendo em conta a espontânea empatia experimentada e vivida intensamente em tão pouco tempo!
A minha mãe e a tia Maria Teodora retribuem os beijos que, para elas, aqui deixaste, e agradecem as tuas gentis palavras.
Um abraço meu, com ternura e amizade.

P.S. Vou convidar-te para o multiply... pode ser que te seja mais fácil adicionares-te a partir daí... de qualquer modo, apesar de eu não ser muito experiente naquele espaço, creio já poder dar-te umas "dicas", caso o necessites.
Um beijo agora. E até logo. :)

maria carvalhosa disse...

Querida Margusta,

Esqueci-me de te dizer, mas adicionei-te imediatamente à lista de blogues que visito com frequência. Já visitei todos os teus espaços (conhecidos!!!) e isso apenas serviu para confirmar o que havia sentido aquando do nosso encontro: és uma Artista (com A maiúsculo, mesmo!)Uma pessoa talentosa e generosa, doce e bonita, por fora como por dentro! Também quero convidar-te para o multiply... acho que devemos estar lá todos, em força, porque é um espaço que reúne pessoas com muitas afinidades, dos vários cantos do mundo e, em especial, que permite um diálogo quase permanente entre "falantes e escribas" da língua portuguesa, seja de que lado for do oceano ou, mesmo, (porque não?) banhados por um oceano que não o Atlântico.
Não há barreiras na arte... nós sentimos isso e, esse simples reconhecimento, já vale a pena!
Beijos para ti das nossas colegas de escrita (minhas mãe e tia), que também adoraram conhecer-te. A tia Maria Teodora ficou particularmente comovida e grata pelo facto de teres publicado, no teu post sobre o encontro, o seu poema "Saber Amar", lido por mim com uma carga de nervos muito maior do que se fosse meu!...

Até breve, amiga. Beijo-te com carinho.

tulipa disse...

Olá Maria

Voltei cá hoje, sábado, para ler as ultimas e acho que não recebi nenhum convite para o multiply, mas...entretanto, vou deixando comentários no blog, é tudo mais fácil lá.

Faz hoje 15 dias que estivemos juntas e nos conhecemos! Pena haver tão poucos encontros deste género.

Beijos e abraços para a Maria, Mãe e Tia.