segunda-feira, fevereiro 20, 2006

Dia de Praia

Inspiração poética da minha amiga Susane:

Vejo pessoas a passar
carregando as memórias
da tarde que passa...

A praia começa a esvaziar
e o areal a retomar
a sua areia branca e porosa.

Chapéus fecham-se;
a paisagem multicor
fica opaca.

Os risos das crianças
que brincam alegremente
na areia com as suas bolas;
baldes e pás desaparecem.
O convívio estival dos adultos
torna-se esquivo como o dia...

Todos recolhem a casa
depois de um dia de praia
e se preparam para uma noite
... de convívio; de emoções... de amor

Entretanto o areal fica
ainda mais extenso
no seu imenso vazio

Oiço o mar a bater palmas
e gaivotas que passam
alheias e esquecidas
qual casal que
passeia
à beira-mar
sentindo nos pés
a água salgada.


(Susane
Agosto de 2005)

3 comentários:

HatA/mãe disse...

Que lindo poema Maria,
Foi escrito em Agosto de 2005.
Desde 24 de Julho de 2005, que não vejo o mar...e quando morava "lá"
tinha-o quase à minha porta.
Há mar e mar...há o ir...

Um beijo grande

Alma disse...

Gosto do mar no Inverno.
bj

Isabel José António disse...

Que belíssima foto!

Isabel