segunda-feira, setembro 24, 2007

A Criança na pintura de Berthe Morisot














... e o sol, feito sorriso,

ensaiou passos de dança

nos seus lábios de criança.


27 comentários:

Maria disse...

Beleza, tanta....

Beijo, Maria

Sophiamar disse...

Soberbos! A explosão da cor, da vida, da sensibilidade.
Beijinhos

Graça Pires disse...

As pinturas são excelentes e cheias de ternura. Excelente também o pequeno poema que as resume. Um beijo Maria

Dulce disse...

Gostei desta mostra que nos deixaste. Como não sou entendida em pintura, é apenas a minha sensibilidade que fala.
Um beijinho para ti

Entre linhas... disse...

Entre um poeta,uma criança e um quadro três compoentes maravilhosas para um quadro de aguarelas.
Bom início de semana
Bjs Zita

D. Maria e o Coelhinho disse...

what if I was gay?


Coelhinho

PoesiaMGD disse...

A mim apetecia-me tão belas imagens em outro local...
Queres dar uma espreitadela a:
http://www.escritartes.com

Um abraço

Rui Caetano disse...

Leio nestas imagens a beleza da poesia desenhadas não com palavras mas com as cores.

M. disse...

Obrigada, Maria, pela partilha.

Bichodeconta disse...

Lindas as telas, parabéns ao autor.. Um abraço, ell

carteiro disse...

Estas pinturas estão deliciosas. A presença e o sorriso das crianças são imprescindíveis à paz. É isso, paz...

APC disse...

Impressionante impressionismo, o da Berta! Bela, essa associação do sol-sorriso, e, num passo mais à frente, da inocente soltura infantil com a natureza e o ar livre tão representados!
De repente (sensorialmente), tendo a dividir as imagens em dois grupos, mas (ignorantemente) não sei porquê. Uns serão óleos e outros não? Estarão por aqui duas fases, pinceladas de tendências díspares? Não sei. Não chego lá.
Mas tu me dirás! :-)
(Eu depois venho ver; ou usas o correio expresso).
Gostei muito.
Um abraço para ti!*

Rosa dos Ventos disse...

Obrigada por esta visita ao museu...
Abraço

jorge vicente disse...

e são os quadros que o dizem

que a criança é a árvore no cimo dos nossos dedos

um abraço
jorge vicente

vida de vidro disse...

Uma enorme doçura nestes quadros. As crianças, o melhor do mundo. **

Perdido disse...

Gostei do gato

Ana Prado disse...

aguarelas sem palavras

maria carvalhosa disse...

Em resposta à sensibilidade da APC:+

Embora a "Berta" (discípula de Corot e cunhada de Édouard Manet, com quem partilhava a "Escola", a amizade, e a quem, por vezes, servia de modelo) recorresse esporadicamente à aguarela e ao pastel, a sua vasta obra é, essencialmente, constituída por óleos sobre tela.

Beijos.**

APC disse...

Obrigada! Mas, neste caso?...

maria carvalhosa disse...

Querida APC,

São todos óleos. Tenho, no entanto, uma correcção a fazer: a última pintura, da menina com um gato, é a filha de Berthe Morisot e Eugéne Manet, Julie Manet, mas pintada por Renoir... (oops, que gaffe!) não deixa, contudo, de ser também um óleo. A "Berta" pintou a Julie muitas e muitas vezes, mas não neste caso, em que foi o amigo da família, Piere-Auguste Renoir, quem a pintou :(...

Bjos e bom fds. **

Nilson Barcelli disse...

Tudo muito bonito, escolheste muito bem as pinturas.
E fechaste com chave de ouro nas palavras.
Bfs, beijinhos.

Luisa disse...

Durante muito tempo trabalhei numa colecção de Crianças na Arte e, entre muitas reproduções, tenho várias dessa pintora que viu e tratou da criança duma forma encantadora e sentida.Belos quadros!

addiragram disse...

Belíssima e ternurenta colecção!

TINTA PERMANENTE disse...

Um cheio para o olhar!...
Abraço

APC disse...

Bigada! :-)
Saio daqui com beleza e aprendizagem. Tá completo!!! :-)

Beijo e uma óptima semana, sff!

Olhos de mel disse...

Que lindas telas! E que perfeito sol nos lábios de criança...
Que sua semana seja de realizações!
Beijos

Teresa Durães disse...

o problema das crianças é muitas delas serem fotogénicas. Mas que têm o diabo no corpo, ah! se têm!!